Nossa

EQUIPE

Banner Tênebra.png

Coordenação 

Júlio França, professor associado de Teoria da Literatura do Instituto de Letras e do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Tem doutorado em Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense (2006), com pós-doutorado na Brown University (2015). É coordenador do grupo de pesquisa Estudos do Gótico (CNPq) e coeditor do periódico acadêmico Abusões. Seu último livro publicado foi Sobre o medo: o mal na literatura brasileira novecentista (2020).

Oscar Nestarez, escritor, tradutor e pesquisador da ficção literária de horror. Atualmente cursa doutorado em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa pela FFLCH-USP. Como ficcionista, publicou a novela Claroscuro (2021), o romance Bile negra (2018) e a coletânea Horror adentro (2016), além de contos em inúmeras antologias.​ Também é colunista da revista Galileu, para a qual escreve mensalmente sobre literatura de horror.

 

Equipe técnica

Ana Giulia Mussury, graduanda em Letras Inglês/Literaturas pela UERJ.

Ana Paula dos Santos, preparadora, revisora de textos e doutoranda em Teoria da Literatura e Literatura Comparada (UERJ/CAPES). Sua pesquisa procura entender a relação existente entre o Gótico e a literatura feminina.

Ana Resende, tradutora e doutoranda em Teoria da Literatura e Literatura Comparada (UERJ/CAPES). Desenvolve projeto de pesquisa intitulado "Metamorfoses de Pã: paganismo e horror em Arthur Machen e Gastão Cruls".

Daniel Augusto P. Silva, professor substituto do setor de Letras Francesas da UFRJ e doutorando em Teoria da Literatura e Literatura Comparada (UERJ/CAPES). Seu projeto de tese se intitula "O grotesco na prosa de ficção decadente brasileira e francesa (1884-1924)".

Laura Cardoso, graduanda em Letras Inglês/Literaturas pela UERJ. É revisora e preparadora de textos literários, acadêmicos e didáticos.

Magda Oliveira, revisora e mestranda em Teoria da Literatura e Literatura Comparada (UERJ/FAPEMA), empenhando-se ao estudo do Gótico nas narrativas de Júlia Lopes de Almeida. 

Maíra Kirovsky, graduanda em Letras Português/Literaturas pela UERJ,

é bolsista PIBIC com sua pesquisa voltada para a literatura do medo brasileira.